Fotografia, Arte e Poesia



segunda-feira, 8 de novembro de 2010

CÉTICO 79


Não creia em tudo aquilo que está lendo.
Duvide até da própria assinatura.
Não cante sem reler a partitura.
Recuse poesia com remendo.

Se um cego diz seu seu calvário horrendo,
coloque mais pimenta, que ele atura.
Se ser um masoquista é o que ele jura,
no máximo masturba-se escrevendo.

Cantando espalharei por toda parte,
mas sei que poucos vão acreditar
que sou Átila, Nero ou Bonaparte.

Vá lá, não sou guru nem superstar.
Na dúvida, porém, nunca descarte
que onde há fumaça o fogo pode estar.

Glauco Mattoso

Um comentário:

MAILSON FURTADO disse...

Belo post!

Belo blog!

Gostei pra caramba... Parabéns! Voltarei aqui mais vezes!

Convidaria a conhecer meu trabalho (poesia, música, teatro)

Ficaria feliz demais! http://mailsonfurtado.com